A TRANSFORMADORA DE HÁBITOS

Faustino Vicente *

           Helsinque, cidade que já alcançou a mobilidade do futuro. Carro particular está quase obsoleto na capital da Finlândia, onde um app permite acessar de um só lugar qualquer meio de transporte: ônibus, VLT, bike, táxi, car share.
           E o Brasil (na contramão), o 4° país do mundo com maior número de mortes no trânsito, investindo bilhões que incentivam o uso de carros particulares, aumentando a poluição e onerando a Saúde Pública.
           Segue interessante mensagem sobre mudanças de hábitos, provocadas pela TI.
           “Coisas que já mudaram, e vão mudar inda mais.
           01) Spotify faliu as gravadoras.
           02) Netflix faliu as locadoras.
           03) Bookink complicou as agências de turismo.
           04) o google faliu a Listel, Páginas Amarelas e as enciclopédias.
           05) o Airbnb está complicando os hotéis.
           06) o Watsapp está complicando as operadoras de telefonia.
           07) as mídias sociais estão complicando os veículos de comunicação.
           08) o Uber está complicando os taxistas.
           09) o smartphone acabou com as revelações fotográficas e com as câmeras amadoras.
           10) o zip car está complicando as locadoras de veículos.
           11) a tesla está complicando a vida das montadoras de automóveis.
           12) o e-mail e a má gestão complicou os correios.
           13) o waze acabou com o GPS.
           14) o “original” e o Nubank ameaçam o sistema bancário tradicional.
           15) a “Nuvem” complicou a vida dos Pen Drive.
           16)o Youtube complica a vida das TVs. Adolescentes não assistem mais canais abertos.
           17) o Facebook complicou a vida dos portais de conteúdo.
           18) o coaching mudou a forma de aprender, pensar e agir, levando a um novo modelo mental, gerando resultados extraordinários em um curto espaço de tempo nas organizações.
           19) o Tinder e similares complicando baladas e “similares”.
           20) com o “Banco online” não precisa mais ir até as agências. ”
           Outra referência do que essa fascinante Internet nos evidencia vem da Grécia, berço da filosofia e da democracia do ocidente, através do maior espetáculo da Terra, as olímpiadas.
           Como exemplo segue a evolução dos meios de transmissão dos jogos olímpicos da era moderna: Atenas (1896) telégrafo, Paris (1924) rádio, Berlim (1936) cinema, Helsinque (1952) placares eletrônicos, Roma (1960) televisão e telex, Tóquio (1964) cronômetros eletrônicos e células fotográficas, Munique (1972) transmissões de TV via satélites e em cores, Seul (1988) fax, Atlanta (1996) telefone celular e em Sidney (2000) pela Internet.
           Com todas essas transformações de hábitos concluímos que...a tecnologia aproximou as distâncias e distanciou as proximidades


* Faustino Vicente - Consultor de empresas e de órgãos públicos, professor e advogado – e-mail: faustino.vicente@uol.com.br - Jundiaí (Terra da Uva) SP

VOLTAR